Glossário de Customer Success e Customer Experience

A maior biblioteca gratuita de conteúdo Customer Centric na América Latina!

Pitch

Investidores podem se tornar a espinha dorsal para a sobrevivência de uma empresa. Ter um bom Pitch, portanto, é essencial. Mas, o que é isso?

Pitch é o termo usado para definir uma breve apresentação de sua empresa que possa cativar empresários interessados em injetar dinheiro no seu negócio. Para isso, porém, ele precisa ser muito bem elaborado e cativante. 

O Pitch também pode ser usado para vender a sua ideia para novos sócios e até mesmo para clientes. Se tratam, portanto, de um pontapé inicial para uma relação comercial que pode se desenrolar a partir dessa apresentação.

Pitch X Reunião de negócios

É comum encontrar pessoas que confundem o conceito de Pitch com o de uma reunião para fechamento de contrato. Mas, não é bem isso. 

Essa apresentação deve ser rápida, podendo durar entre 20 segundos e 20 minutos, no máximo.

O ideal é que você enxugue o que é desnecessário e monte um conteúdo que traga apenas o que é extremamente importante – e atrativo – a respeito de sua empresa ou seu produto. 

Elevator Pitch – Discurso de elevador

O termo é uma expressão em inglês que faz relação com “Elevator Pitch”, ou seja, “Discurso de Elevador.

O conceito é bem simples: Imagine que você está em um elevador com um potencial investidor para seu negócio. Como você apresentaria a sua empresa nessa viagem tão breve? É justamente daí que parte o princípio de um discurso rápido, enxuto e preciso. 

Leia mais: Como ser um líder Customer Centric?

O que NÃO fazer em um Pitch?

Tão importante quanto saber o que fazer é entender o que não fazer em um Pitch de vendas.

Veja então alguns pontos que devem ser limados de seu discurso. 

  1. Não se apresentar: começar um discurso desse sem se apresentar é um ponto muito falho que pode colocar tudo a perder. Então, de forma muito breve diga quem é você e o que você está representando.
  2. Evite improvisar: Um Pitch deve ser bem estruturado e bem estudado. Não tente improvisar – isso certamente fará você “encher linguiça”, e essa apresentação deve ser o completo oposto disso, contendo apenas informações cruciais. 
  3. Repetir sempre o mesmo Pitch: ainda que a sua apresentação tenha dado super certo da primeira vez, reestruture e mude algumas coisas para a próxima. Contextualize o seu pitch de acordo com o público e a intenção da reunião;
  4. Não revisar o conteúdo: Na hora da apresentação,encontrou um erro de informação ou de gramática. Não há mais tempo para corrigir. Faça uma revisão minuciosa antes do dia de reunir-se. 

Essas são apenas algumas das dicas sobre o que não fazer ou evitar em seu Pitch.

Crie um discurso potente, cativante e que conte com diferentes recursos – além dos famosos slides ou texto decorado. Seja criativo. 

Selecione uma letra abaixo e mergulhe no universo Customer Centric:

Preencha o formulário abaixo e inscreva-se em nossa newsletter