O que é a jornada do colaborador

Sumário

Entenda o que é a jornada do colaborador e qual é a métrica mais importante a ser aplicada para acompanhar como anda a relação entre empresa e funcionário.

O que é a jornada do colaborador

A jornada do colaborador é um tema constante dentro das empresas. Essa pode ser uma forma bastante eficiente de coletar informações que geram insights e permitem que a empresa cresça de maneira bastante expoente.

O público interno é tão importante quanto o público externo. Por isso é fundamental dar atenção ao que pensam os colaboradores e traçar estratégias que garantam uma relação mais longa e saudável com a sua equipe.

É nesse contexto que cabe apostar em Employee Experience, pensando em uma jornada assertiva e estruturando uma relação que gere bons frutos para ambas as partes: empresa e funcionário.

O que é a jornada do colaborador?

A jornada do colaborador representa toda a experiência que o funcionário tem com a sua empresa, desde o primeiro contato ainda no processo seletivo até o momento em que ele se desliga.

Analisando esse trajeto é possível criar estratégias junto ao RH para que todos os pontos de contato sejam positivos e o profissional contratado tenha uma experiência exemplar.

Employee Experience e Jornada do Colaborador:

Embora os termos sejam constantemente confundidos, Employee Experience e jornada do colaborador são dois conceitos distintos, porém complementares.

Basicamente, a experiência do colaborador incorpora diversas ações para tornar a relação com a empresa positiva em todos os aspectos.

A jornada do colaborador, por outro lado, é parte fundamental dessa estratégia, já que sem analisá-la não é possível entender o comportamento e a relação entre as partes.

Conheça as principais etapas da jornada

A primeira coisa importante a se fazer antes de implantar qualquer ação dentro de sua empresa é
entender quais etapas precisam ser cobertas. No caso da jornada do colaborador existem alguns passos cruciais. São eles:

Atração de talentos:

Tudo começa na atração de novos talentos, aquele momento em que a empresa consegue, de fato, chamar a atenção de profissionais qualificados para os cargos abertos.

O processo de recrutamento é fundamental. Ele também representa um grande desafio, já que o RH precisa ser preciso na contratação para garantir que as equipes sejam compostas por funcionários que compartilham dos ideais da empresa.

É importante, portanto, definir uma persona que represente o perfil ideal, aquele funcionário modelo que você julga perfeito para o seu negócio. Assim fica mais fácil atrair os talentos certos para o seu negócio.

Integração:

Depois da seleção e contratação é hora de integrar esse novo membro à sua equipe já existente. Um
processo de
onboarding eficiente pode ser determinante para que o funcionário permaneça na empresa e para que ele renda resultados mais rapidamente.

Treinamento:

Claro que você precisa treinar esse colaborador que acabou de chegar. Um treinamento adequado é essencial não somente para que ele entregue os resultados pretendidos, mas também – e principalmente – para que o funcionário desenvolva autonomia e se sinta seguro em seu posto ocupado. 

Crescimento profissional:

Uma vez que o profissional esteja, de fato, produzindo e rendendo resultados é hora de a empresa
focar em seu crescimento. É importante olhar para esse funcionário como um recurso fundamental e que merece ser valorizado e preservado.

Garantir uma boa liderança, investir em uma comunicação não agressiva, fornecer feedbacks e garantir boas oportunidades de crescimento dentro da empresa é fundamental para a retenção de talentos.

Desligamento:

Pode ser que mesmo com todo o investimento em uma jornada do colaborador chegue o momento do desligamento. Ele pode ocorrer por diversos motivos, mas o importante é que o processo não seja traumático e negativo.

Além de garantir um RH qualificado que possa prestar todo o suporte para os trâmites o desligamento é importante preparar a equipe para suprir esses desfalques e não sofrer grandes impactos.

Inclusive, vale a pena prestar atenção no quanto você costuma centralizar informações e conhecimentos em um único funcionário, e o quanto o desligamento dessa figura pode impactar o seu negócio. Descentralizar pode ser uma boa ideia.

E-NPS na jornada do colaborador

Existem inúmeras métricas que podem ser aplicadas para aprimorar a experiência do colaborador. Uma das mais eficientes e mais utilizadas é o E-NPS.

O que é E-NPS?

Employee Net Promoter Score é a métrica que analisa o engajamento do seu colaborador diante da empresa. Através de perguntas simples e objetivas você obtém informações importantes sobre essa relação. Veja um exemplo de pergunta:

  • Em uma escala de 0 a 10, qual a probabilidade de você recomendar essa marca como uma boa empresa para se trabalhar?

O colaborador pode dar respostas que vão de 0 a 10. Os valores podem apontar três perfis diferentes de colaboradores:

  • Detratores: pontuam de 0 a 6. São funcionários que não demonstram satisfação e podem influenciar negativamente outros colaboradores e falar mal da empresa para potenciais clientes;
  • Neutros: pontuam entre 7 e 8. Estão insatisfeitos, tampouco demonstram qualquer empolgação com o trabalho. Podem partir quando encontrarem outra oportunidade de emprego.
  • Promotores: pontuam entre 9 e 10. São os defensores da marca, aqueles que influenciam positivamente os colegas, conquistam novos clientes e promovem a marca de forma orgânica.

Com essas informações coletadas é hora de fazer o cálculo para descobrir o valor de seu E-NPS. Basta realizar uma conta considerando o valor de promotores menos o valor de detratores. Neutros não entram na contagem.

Por que investir em E-NPS para jornada do colaborador?

Não há outra forma de entender o que o seu funcionário pensa, ou mesmo analisar criticamente a jornada do colaborador se não for através de perguntas claras e objetivas.

O E-NPS traz dados concretos e fundamentais para estruturar a sua estratégia de retenção de talentos, auxiliando na criação de planos que visam diminuir a insatisfação e potencializar a jornada do colaborador e o employee experience como um todo.

Garantir a satisfação de seus colaboradores é algo crucial para que a sua empresa consiga estruturar uma equipe de qualidade e consequentemente preste um serviço mais competitivo e interessante para os clientes.

 

Selecione uma letra abaixo e mergulhe no universo Customer Centric:

Preencha o formulário abaixo e inscreva-se em nossa newsletter

Posts relacionados