People Analytics: Como utilizar na experiência do colaborador

Sumário

O People Analytics surgiu como uma abordagem revolucionária, capacitando as empresas a tomar decisões relacionadas aos seus colaboradores com base em dados.

Afinal de contas, hoje a gestão de recursos humanos é muito mais do que apenas contratar e administrar funcionários. É uma área estratégica que pode impulsionar o sucesso e a sustentabilidade das organizações.

Portanto, confira abaixo o que é o People Analytics e como ele pode ajudar na experiência do colaborador.

O que é People Analytics?

O People Analytics, também conhecido como Análise de Pessoas, é uma abordagem que utiliza a coleta e análise de dados para tomar decisões informadas e estratégicas relacionadas aos colaboradores de uma empresa.

Assim, essa prática envolve a aplicação de métodos estatísticos, tecnologia e conhecimento especializado para entender e otimizar as questões relacionadas aos recursos humanos de uma empresa.

Portanto, a partir da coleta de dados, informações sobre os funcionários são reunidas, como:

  • Métricas de desempenho;
  • Níveis de engajamento;
  • Histórico de contratações;
  • Detalhes de remuneração.

Logo, uma vez coletados, os dados passam por análises usando técnicas estatísticas e ferramentas avançadas de análise de dados,
resultando em insights, padrões e tendências que orientam a tomada de decisões.

Então, essas decisões abrangem uma ampla gama de estratégias de RH, como aprimoramentos de políticas e desenvolvimento de programas de treinamento, por exemplo.

Além disso, o People Analytics não se limita ao presente! Ele também serve como uma ferramenta valiosa para prever tendências futuras, como taxas de rotatividade e necessidades de contratação.

Sendo assim, esse ciclo de coleta de dados, análise e tomada de decisões é contínuo, permitindo que as organizações se adaptem e aprimorem suas estratégias de gestão de RH.

YouTube video

Como surgiu o People Analytics?

Não se tem certeza absoluta quanto a primeira empresa a se utilizar da Análise de Pessoas.

Contudo, o conceito de People Analytics surgiu em 2007 com o Google. Nessa época, a empresa estava experimentando um crescimento acelerado, aumentando sua equipe e dimensões a cada ano.

Assim, diante desse cenário, surgiu a necessidade de aprimorar a gestão dos dados relativos aos colaboradores, a fim de embasar suas decisões de forma mais sólida.

Logo, foi então que a equipe de análise de dados da área de RH começou a se expandir e a empresa decidiu atribuir uma denominação específica a esse setor.

Adotando o mesmo padrão já utilizado pelo departamento de Recursos Humanos, conhecido como People Operations (Operações de Pessoas), foi criado o termo People Analytics (Análise de Pessoas).

Quer alavancar sua carreira e se tornar uma referência em CS e CX? Preencha seus dados, fale com um de nossos consultores e descubra como se tornar um especialista:

Para que serve o People Analytics?

O People Analytics desempenha um papel fundamental na gestão de talentos e no aprimoramento do desempenho dos funcionários.

Então, confira abaixo para que ele serve:

  • Tomada de decisão baseada em dados: O People Analytics ajuda as organizações a tomar decisões de RH mais informadas, em vez de depender apenas de intuições ou suposições;
  • Recrutamento eficaz:
    A análise de pessoas permite que as empresas identifiquem as fontes de recrutamento mais eficazes,
    avaliem o desempenho de candidatos e identifiquem áreas para melhorias no processo de seleção;
  • Retenção de talentos: Ao analisar dados relacionados ao desempenho,
    engajamento
    e satisfação dos funcionários, as organizações podem identificar fatores que contribuem para a retenção de talentos e desenvolver estratégias para reduzir a rotatividade;
  • Desenvolvimento de habilidades: O People Analytics ajuda a identificar lacunas nas habilidades dos funcionários e a direcionar programas de treinamento e desenvolvimento para áreas específicas que precisam de melhoria;
  • Diversidade e inclusão: O People Analytics pode ajudar a monitorar e melhorar a diversidade e inclusão no local de trabalho, rastreando métricas relacionadas à representação de diferentes grupos demográficos e identificando áreas onde a empresa pode fazer melhorias;
  • Análise de custos: As organizações podem usar análises de pessoas para entender os custos associados ao pessoal, o que pode ajudar na otimização de recursos e na alocação de orçamento de RH de maneira mais eficaz;
  • Melhoria contínua: Ao longo do tempo, a Análise de Pessoas permite que as organizações avaliem o impacto de suas estratégias de RH e façam ajustes para melhorar continuamente os processos e resultados.

YouTube video

Como ela pode ajudar na experiência do colaborador?

A Análise de Pessoas ajuda também na experiência do colaborador dentro da empresa. Veja como!

Identificação de necessidades

Por meio da coleta e análise de dados, as empresas podem entender as preferências, habilidades e objetivos individuais de seus funcionários.

Logo, isso significa que as experiências de trabalho podem ser adaptadas para atender às expectativas específicas de cada pessoa, dentro da realidade da empresa, é claro.

Aprimoramento da comunicação interna

A comunicação interna eficaz é essencial para garantir que os colaboradores estejam bem informados e engajados.

Então, o People Analytics ajuda as organizações a entender como as informações são transmitidas e recebidas pelos funcionários.

Com base nesses insights, as empresas podem ajustar suas estratégias de comunicação, escolher os canais mais adequados e aprimorar a clareza das mensagens.

Desse modo, é possível evitar mal-entendidos, alinhar melhor as expectativas e criar um ambiente de trabalho onde os colaboradores se sentem mais conectados e informados.

Engajamento e motivação

O engajamento dos funcionários é um fator crucial para o sucesso de uma organização. A Análise de Pessoas ajuda a identificar os principais impulsionadores do engajamento, como:

  • Reconhecimento;
  • Oportunidades de crescimento;
  • Ambiente de trabalho positivo, dentre outros.

Portanto, com essas informações, as empresas podem desenvolver programas de engajamento direcionados, recompensas e reconhecimento específicos e políticas que incentivam um ambiente de trabalho motivador.

Gestão de desempenho eficaz

A gestão de desempenho é uma parte importante na jornada do colaborador.

Então, o People Analytics permite uma abordagem mais baseada em dados para avaliar e melhorar o desempenho.

Assim, ao analisar os dados de desempenho, as organizações podem identificar tendências, identificar áreas de melhoria e fornecer feedback mais relevante e específico.

Logo, se cria um ciclo de desenvolvimento contínuo que capacita os colaboradores a crescer e contribuir de maneira mais significativa.

Conclusão

O People Analytics representa uma revolução na gestão de recursos humanos, capacitando as organizações a tomar decisões estratégicas informadas com base em dados.

Além de melhorar o desempenho da empresa, a retenção de talentos e a eficiência operacional, essa abordagem também é essencial na melhoria da experiência do colaborador.

Descubra como aplicar ações e técnicas de Employee Experience para engajar o seu time

O Employee Experience é o novo normal, e por isso proporcionar um ambiente que seja favorável e comprometido ao bem-estar das pessoas do time é essencial.

Pensando nisso a CS Academy tem umaformação exclusiva sobre Employee Experience. Onde você aprende desde o conceito, até pesquisas, métricas e tendências da área.

Ao acessar anossa plataformavocê vai encontrar experts da área de experiência do colaborador no Brasil, que vão te te ensinar como aplicar ações efetivas para engajar seu time através do Employee Experience.

Conheça mais dos nossos cursos e especializações, ese torne um profissional referência no mercado.

Selecione uma letra abaixo e mergulhe no universo Customer Centric:

Preencha o formulário abaixo e inscreva-se em nossa newsletter

Posts relacionados