Porque a sua empresa deveria apostar na Cultura Data Driven

Sumário

A Cultura Data Driven é uma estratégia capaz de mudar completamente a forma como a sua empresa lida com os clientes. A coleta e o tratamento adequado dos dados podem trazer luz a questões antes pouco ou completamente ignoradas. 

Imagine só se você pudesse contar com dados sólidos e reais como respaldo para as tomadas de decisão dentro de seu negócio. Se nenhuma estratégia fosse pautada em achismos, mas sim em apontamentos estratégicos e verídicos. 

Com evidências sólidas as margens de erros diminuem e suas ações passam a ser muito mais eficientes. Com isso, aumenta também o sucesso e a satisfação do cliente

É justamente dessa forma que a Cultura Data Driven pode ajudar a sua empresa a crescer e ganhar cada vez mais mercado. Mas, você sabe o que é a Cultura Data Driven?

YouTube video

O que é a Cultura Data Driven?

Cultura Data Driven é uma estratégia que considera dados como o fator central para as tomadas de decisões – nada será feito a partir de achismos ou percepções pouco práticas. 

As informações precisam ser coletadas, estudadas e mensuradas. Assim se tornam dados eficientes e capazes de direcionar as ações dentro da empresa. 

Mas, como o próprio nome sugere, essa não é uma estratégia temporária, um projeto com data para início e fim. A Cultura Data Driven é compreendida, de fato, como uma CULTURA

Ou seja, é preciso compreender plenamente a sua utilidade e implementá-la de modo efetivo no espaço empresarial.

Você pode ler mais sobre isso no conteúdo “O que é a Cultura Data Driven? 7 dicas para implementar”.

Impactos na carteira de clientes

Um dos resultados esperados – e facilmente alcançados – com uma Cultura Data Driven bem estabelecida é o aumento da carteira de clientes. 

Isso ocorre porque, com a coleta dos dados adequados você consegue cativar mais facilmente o seu público-alvo ao determinar diretrizes mais assertivas de abordagem. 

E como você faz isso? Usando, por exemplo, a internet como forma de “rastrear” as buscas e os interesses do seu público e usando isso para apostar em anúncios e ações mais assertivas.

Tudo o que fazemos na internet gera dados. Esses dados, quando devidamente utilizados, podem servir como uma espécie de raio-x a respeito do comportamento e dos interesses das pessoas. 

Então, quando você pensa em “O que é a Cultura Data Driven”, imagine um cãozinho farejador encontrando e coletando para você todos os rastros úteis deixados por leads e clientes que lhe interessam.

Quanta coisa você não poderá fazer com essas informações importantíssimas?

Impactos na receita e no faturamento

Se aumenta o número de clientes, você pode ter um aumento da receita.

Quando você implanta e utiliza corretamente a Cultura Data Driven, você também consegue aumentar exponencialmente o faturamento de sua empresa. Mas, não somente através do faturamento. Você também terá economias. 

Afinal, suas ações, estratégias, lançamentos e tudo mais será feito através de dados reais, o que aumenta consideravelmente a chance de sucesso. Portanto, sem mais apostas às cegas e investimentos com alto risco. 

Leia mais: Customer Success Growth: saiba o que é e como aplicar na sua empresa

Impactos no mercado e na competitividade

Não menos importante é o fato de que ao adotar a Cultura Data Driven como primordial dentro de sua empresa você dará mais um passo rumo ao topo. 

Você já se perguntou como é que empresas como Amazon e Disney parecem prever o que o consumidor quer? É como se conseguissem antecipar os desejos, fazendo com que a satisfação seja plena. 

Não é mágica: são os dados sendo utilizados com maestria. Uma empresa que utiliza a coleta de dados de maneira eficiente e consciente consegue, de fato, se aproximar muito mais de seu público e se tornar muito mais eficiente.

Leia mais: 5 melhores cases de CX do Brasil

Impactos na gestão de riscos

É claro que os dados não conseguem trazer um resultado 100% livre das possibilidades de erro. Mas, eles diminuem isso e ajudam a mensurar outro dado importante: as incertezas. 

Conhecer as possibilidades de erro é uma estratégia tão importante quanto investir em acertos. Com isso você pode antecipar soluções, fazer uma melhor gestão dos riscos e agir de maneira infinitamente mais prudente. 

Por exemplo, pode ser um dado importante para lançar um produto como edição limitada e testá-lo no mercado antes de incluí-lo definitivamente no catálogo e apostar no escuro. 

Leia mais: O que é PLG (Product Lead Growth)?

Impactos para o dia a dia do cliente

Dados não geram apenas números: eles geram valor.

Quando você antecipa as dores de seus clientes por conta de uma boa coleta de dados, consegue também mostrar o quanto se importa com ele. 

Isso faz com que a sua marca ganhe papel de destaque no mercado. Afinal, numa próxima oportunidade esse cliente se lembrará: quem foi que lhe propôs uma solução antes mesmo de saber o problema?

Esse cuidado extra é, sem dúvidas, um diferencial importantíssimo, que gera valor, aproxima o cliente de sua marca e torna a fidelidade uma consequência. 

YouTube video

Como implantar a Cultura Data Driven?

Existem etapas que precisam ser concluídas para isso. É uma cultura, e como tal requer mudanças de comportamentos gradativas que consigam estabelecer uma nova regra. 

Empresas que se atentem para a importância desses dados e aprendem a usá-los a seu favor ganham uma vantagem impressionante com relação a seus concorrentes.

Leia mais: Como as pesquisas podem ajudar a definir a Jornada do Cliente?

1. Faça um planejamento de quais são os objetivos:

O primeiro passo essencial é planejar. A Cultura Data Driven requer um planejamento detalhado com relação aos objetivos que se pretende alcançar.

Uma boa análise de dados revela gargalos que comprometem o trabalho, excessos e desperdícios que geram gastos e ajudam a antecipar problemas. A Cultura Data Driven sugere soluções e ajuda a sua empresa a economizar e lucrar mais.

2. Encontre uma ferramenta de análise de dados

Dados são gerados o tempo inteiro. A Web, a Internet das Coisas, torres de celulares, serviços de streamings…todos esses elementos do “mundo moderno” são geradores de dados que funcionam em tempo integral, todos os dias da semana. 

Por isso, é preciso adotar uma ferramenta que permita gerenciar e analisar um volume elevado de dados. Existem inúmeros softwares no mercado que podem lhe ajudar nessa etapa. 

3. Prepare a sua equipe para essa nova realidade

Por fim, saber o que é a Cultura Data Driven e implementá-la requer, também, o preparo adequado da equipe. Não basta coletar informações a esmo – elas precisam ser compreendidas e tratadas corretamente. 

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a decidir pelo progresso da sua empresa em direção a Cultura Data Driven. Se você quiser se tornar um especialista em Customer Success e Customer Experience, conheça os nossos cursos.

Selecione uma letra abaixo e mergulhe no universo Customer Centric:

Preencha o formulário abaixo e inscreva-se em nossa newsletter

Posts relacionados